Happy Earth Day: my low plastic challenge is on track!

(scroll for the English version)

Ainda não percebi como este início de ano passou tão depressa! De repente já estamos em abril, o inverno parece que nos quer para sempre, tal qual herói apaixonado.
E eu, que tinha prometido fazer 22 mudanças zero plástico até ao dia 22 de abril, o dia da terra, comecei a contar pelos dedos para ter a certeza de que estava no bom caminho. Hoje tenho mais 7 swaps para vocês, que desta vez não versam a casa de banho: compreendi que algumas das alterações na casa de banho levam um pouco mais de tempo até que consiga terminar os produtos que ainda tenho. Por isso deixo-vos com swaps para levar na carteira!

Uma coisa que não pode faltar na minha bolsa é um batom de cieiro. E sou capaz de dar conta de um em menos de nada porque os uso muitas vezes ao dia. As minhas escolhas têm ido para batons em embalagem de metal, em vez dos tradicionais sticks. Eu sei que assim tenho de usar o dedo mas por outro lado, tenho conseguido umas cutículas mais hidratadas ao massajar o resto de batom que ficou no dedo!

Outra opção que comecei a praticar foi a de regressar ao lenço de pano. Há quem diga horrores: que é pouco higiénico, que gasta energia nas lavagens, etc! Ora, eu consegui um equilíbrio perfeito: lavo-os junto dos meus discos dês maquilhantes a alta temperatura, junto de outras peças que gosto de “desinfectar”. Não são cómodos para grandes constipações mas não são menos higiénicos do que o lenço de papel já que eu não o utilizo apenas uma vez, e muito práticos para uma assoadela ocasional! Para grandes maleitas, os habituais lenços de papel fazem a sua vez. No equilíbrio, a quantidade de recursos descartáveis é sempre inferior.

A minha garrafa térmica! Ora aqui está uma coisa à qual me apeguei e que já se afirmou como um objecto essencial. É certo que a comprei para transportar bebidas quentes e isso não é opção numa garrafa de plástico. A verdade é que já me servi dela para transportar bebidas frescas também o que a torna uma óptima opção para o verão. Portanto tem sido a minha preferência sobre qualquer garrafa de plástico por aí. Tem um bocal pelo que posso usá-la para servir mas também como garrafa. Se, por exemplo quiser pedir um chá para levar numa cafeteria, a minha termos faz a vez de um copo descartável qualquer, aguenta a bebida por mais tempo e não queima!

O saco de pano! Este swap é dos mais conhecidos mas não podia deixar de o referir. Mais, vejo-me a criar uma coleção muito interessante de sacos de pano aos quais me tenho apegado um pouco. Tenho um feito pela tia Sara, um pela minha querida Ana Seixas e um do museu de história natural de Londres. Ando sempre à procura de um saco especial e até fico vaidosa de andar as compras!

O que também anda sempre comigo é esta colher de viagem! É muito raro comer em locais com talheres descartáveis, mas é um assunto algo inevitável numa viagem. Como ocupa pouco espaço e em alguns casos pode mesmo fazer a vez de um garfo, eu posso assim recusar os talheres de plástico em quase todas as situações.

Pastilha elástica! Quem me conhece sabe que não sou grande fã de pastilha elástica. Mas tenho de reconhecer que por vezes dá jeito para ajudar da digestão ou retirar um sabor da boca. As opções de derivados de petróleo estão então fora de questão. Começam a surgir opções naturais que me convencem, e que são totalmente biodegradáveis.

Creme de mãos! Tal como o batom de cieiro, o creme de Maos é um fiel companheiro. Optei por um com embalagem de metal, de uma marca portuguesa. Encontro muitas alternativas zero plástico para muitas coisas mas aquelas em que tenho tido mais dificuldade são mesmo os cremes corporais, entre eles, os de mãos para trazer na carteira.

Posso dizer que estou muito empenhada nestas mudanças mas acredito que as mudanças graduais são as que fazem mais sentido. Quando penso nestas 22 que já fiz, apercebo-me de que as mais fáceis de manter são aquelas que fazemos gradualmente. Hoje é dia 22 de abril, o dia da Terra e eu ainda tenho mais 30 mudanças para fazer ao longo deste ano. Não me faltam ideias, algumas delas que já comecei a colocar em prática e creio que estou lançada nesta forma mais consciente de tratar os recursos! Feliz dia da Terra!

 

I can’t understand how this year is passing so quickly! Suddenly we are in April, winter seems to want us forever, just like a passionate hero…
And I promised to make 22 zero plastic changes by April 22, the Earth Day. I count using my fingers to make sure I was on track. Today I have 7 more swaps for you and this time, my swaps are not about the bathroom: I understood that some of the changes in the bathroom take a little longer until I can finish the products I still have. So I leave you with swaps to carry in your hand bag!

One thing I can not leave without is a lipstick. And I can go over one in less than nothing because I use it many times a day. Now, my choices are focused on lipsticks in metal packaging instead of the traditional plastic sticks. I know I have to use my finger, but on the other hand, I use the residue of lipstick that stays on my finger to massage my cuticles, which is very handy!

Another option that I started practicing is to use an old fashion cloth handkerchief. There are people who say horrors of these: that it is unhygienic, that it spends energy in the washes, etc! Well, I have achieved a perfect balance: I wash them next to my make up remover discs under high-temperature, along with other pieces that I like to “disinfect”. They are not enough during big colds but they are no less hygienic than the paper tissues! When I get a cold, the usual paper tissues make their appearance . In balance, the amount of disposable resources is always lower.

My thermos bottle! Now here is one thing that I have grasped and which has already been instituted as an essential object. It is true that I bought it to carry hot drinks and this is not an option in a plastic bottle. The truth is that I have already used it to transport fresh drinks, which makes it a great option for summer. So it has been my preference over any plastic bottle out there. It has a mouthpiece so I can use it to serve but also as a bottle. If, for example, you want to order a tea to take in a coffee shop, my thermos replaces the single disposable cup, it holds the drink hot for longer and do not burn my fingers!

The cloth bag! This swap is one of the best known but I could not pass it. Plus, I find myself creating a very interesting collection of cloth bags to which I have attached myself a little. I have one made by my Aunt Sara, one by my dear Ana Seixas and one from the Natural History Museum in London. I’m always looking for a special bag!

What is also in my purse is this travel spoon! It is very rare for me to eat in places with disposable cutlery, but this is a very handy object on a trip. As it takes up little space, I can thus refuse the plastic cutlery in almost all situations.

Chewing gum! Those who know me know that I’m not a big fan of chewing gum. But I have to admit that sometimes it helps with digestion or to get a taste out of the mouth. Oil derivative options are out of the question. Natural options begin to emerge and are totally biodegradable.

Hand cream! Like the lipstick, the hand cream is a faithful companion. I opted for one with metal packaging, from a Portuguese brand. I find many zero plastic alternatives for many things but the ones in which I have had more difficulty are the body creams, among them, the hand cream to bring in my bag.

I can say that I am very committed to these changes but I believe that gradual changes are the ones that make the most sense and that are more likely to stick forever. When I think of these 22 I have already done, I realize that the easiest ones to keep are those we do gradually. Today is April 22, Earth Day and I still have 30 more changes to make throughout this year. I do not lack ideas, some of them I have already started to put into practice and I believe that I am launched in this more conscious way to see the natural resources! Happy Earth Day!!

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.