DIY chalkboard: “Be our guest!”

(scroll for the English version)

Eu gosto de receber bem. Acredito que faz muita diferença quando os nossos anfitriões nos fazem sentir em casa, confortáveis. Sair do nosso espaço pessoal, ainda que seja por razões de lazer, cria sempre uma pequena agitação por isso, sermos recebido num espaço confortável e acolhedor faz muita diferença na nossa atitude para com a experiência em questão quer seja ela de lazer, profissional ou outra. Nós temos um pequeno quartinho com diversas funções e que é também onde recebemos os nossos amigos sempre que vêm para ficar connosco. É um quarto decorado de forma muito simples mas ao qual eu queria dar uma pontada de conforto. Então, e em vez de acrescentar mais uma das minhas pinturas ao espaço (que também é muitas vezes usado para pintar, resolvi inspirar-me na onda DIY e dar uma volta a uma moldura básica do IKEA e transformar-a num quadro de giz onde posso personalizar uma mensagem para aqueles que nos vierem visitar.

Comprei esta moldura a um preço muito convidativo e, como queria que fosse o ponto de interesse na parede, optei pelo maior tamanho disponível: 50cm x70 cm. Usei o vidro para usar como paleta, base de secretária, entre outros usos e dei uso aquela placa de contraplacado que geralmente fica nas costas das molduras. Em primeiro lugar lixei-a um pouco com lixa de pintor para que ficasse o mais macia possível para receber tinta. Depois pintei-a com três demãos de tinta “chalkboard” ou tinta de ardósia disponível em lojas como o AKI ou semelhantes. Por fim, quando a placa ficou bem seca, passei uma camada de giz, um processo chamado de “seasoning” que serve para fazer com que o giz entre nos poros da tábua e, ao apagar, fique com o aspecto dos quadros de giz antigos.
E por fim dei asas à imaginação para escrever no meu novo quadro de giz! Mais, ele combina bem com as minhas almofadinhas de cheiro “Tide Pool” que eu usei para aromatizar as gavetas do quarto de hóspedes.

O interessante neste quadro é podermos adaptar o que escrevemos às pessoas que vamos receber para que se sintam especialmente bem recebidas. Mas nos momentos em que não tenho hóspedes, a frase que costuma lá estar escrita é “Be our guest!”, a famosa música cantada pelo Lumière, o candelabro do filme “ A Bela e o Monstro” da Disney, aquele que é o meu absoluto favorito de tooooodos os filmes de animação da Disney!

Nota: Por falar nisso, devo confessar que o filme “live-action” foi uma desilusão para mim a vários níveis. Por exemplo, apesar de gostar muito muito do trabalho da Emma Watson, acho que não que não foi a escolha perfeita para o filme… que pena!

I like to be a good host. I believe it makes a lot of difference when our hosts make us feel at home, comfortable. Getting out of our personal space, even for leisure reasons, always creates a small agitation so, being welcomed in a comfortable and welcoming space makes a lot of difference in our attitude to the experience in question whether it is leisure, professional or other. We have a small room with several functions and that is also where we receive our friends whenever they come to stay with us. It is a room decorated very simply but to which I wanted to give a touch of comfort. So, instead of adding one more of my paintings to the space (which is also often used for painting, by the way) I decided to inspire myself in the DIY wave and transform a basic IKEA frame into a chalkboard where I can customize a message for those who come to visit.

I bought this frame at a very inviting price and, as I wanted it to be the point of interest on the wall, I opted for the largest available size: 50cm x70cm. I took off the glass and used it as a palette, desk base, among other things. And then I used that plywood board that usually stays behind the back of the frames to transforme it on a chalkboard. In the first place, I rubbed it with painter’s sandpaper for a bit so that it gets as soft as possible to receive the paint. Then I painted it with three coats of chalkboard paint available in several craft stores. Finally, after letting the board dry completely, I applied a layer of chalk, a process called “seasoning” that aims to infuse the board with this chalk powder so that after erasing it, it looks like an old chalkboard.
And finally I gave wings to my imagination to write in my new chalkboard! Also, it matches perfectly my Tide Pool scented cushions that I used to give a little scent to the drawers from my guest room.

What is interesting about these chalkboards for guest rooms is that we can adapt what we write to the people we are going to host so that they feel especially welcome. But when I do not have guests, the phrase that is usually written is “Be our guest!”, The famous song sung by Lumière, the chandelier from Disney’s “Beauty and the Beast”, the one that is my absolute favorite of all the Disney animated films!

Note: By the way, I must confess that the live-action film was a disappointment to me on several levels. For example, although I really reeeeeally like Emma Watson’s work, I do not think it was the perfect choice for Belle… at all.

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.