Colourful ranunculus to celebrate spring at home

(scroll for the English version)

As primeiras flores a rebentar na primavera são os bolbos como as túlipas e ranúnculos. Apesar da época das túlipas já ter terminado, as frésias e ranúnculos ainda andam por aí. Os ranúnculos são, sem dúvida, uma das minhas flores favoritas com as suas camadas de pétalas tão finas como papel, como saias de bailarinas! Por aqui não é muito fácil encontrar ranúnculos coloridos para venda… mas recentemente encontrei numa loja de flores que descobri perto de casa dois ou três ramos de ranúnculos que não hesitei em trazer para casa. Estava indecisa sobre o que fazer com eles: os ranúnculos além de frágeis são muito temperamentais! Têm tamanhos muito diferentes, tempos de abertura relaxados e os caules sinuosos que podem dificultar o trabalho a uma mera simpatizante de arranjos florais. Recorri a um livro do qual já vos falei aqui e cheguei à conclusão de que a forma como gosto mais de ver os ranúnculos é bem juntos em pequenos bouquets que não sejam demasiado rígidos e deixem transparecer as diferentes personalidades das flores e algumas linhas sinuosas de uma ou outra, assumindo-as como se quisessem crescer por entre os seus companheiros!

The first flowers to bloom in the spring are bulbs like tulips and ranunculus. Although the time for tulips is already over, the freesias and ranunculus are still around here. Ranunculus are undoubtedly one of my favorite flowers with their layers of petals as thin as paper, like ballerinas tutus! It is not very easy to find colourful ranunculus around here… but I recently found a flower shop that had two or three bouquets of ranunculus for sale that I did not hesitate to bring home. I was undecided about what to do with them: ranunculus, besides being fragile, are very temperamental! They have very different sizes, relaxed opening times and sinuous stems that may make it difficult for a mere sympathizer of floral arrangements to make something with them. I consulted this book I already wrote about here, and I came to the conclusion that the way I like to see ranunculus the best is just join them in small bouquets, not to tight, and let the different personalities of the flowers and assume some of their winding lines, as if they wanted to grow among their companions!

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.