Paper-white

(scroll for the English version)

 

Da última vez que falei no processo de forçar bolbos disse que já tinha experimentado forçar bolbos de jacintos.
Para além dos jacintos, tive bastante sucesso com narcisos “paper-white” ou “narcisos-de-papel”. Estes últimos foram os que me deram mais gozo pelas mais variadas razões. São fáceis de forçar porque geram quase sempre bons resultados, podemos colocar vários num mesmo recipiente como eu fiz com esta jarra transparente, têm um tempo de floração relativamente rápido de apenas 2-3 semanas, a flor aguenta-se bastante tempo, não precisam de um substrato muito sofisticado (eu usei terra mas há quem use apenas cascalho) e são lindíssimos!

 

O nome deve ter-lhe sido atribuído por um grande sábio. Há muitas palavras no mundo para descrever as coisas belas mas, por vezes, a simplicidade vale ouro. Em vez de uma única flor, cada bolbo desenvolve cachos de flores brancas que não têm mais de 2 cm de diâmetro. As suas pétalas são tão brancas, finas e delicadas que parecem mesmo feitas de papel! Gosto especialmente do reflexo criado pelo amarelo vivo das anteras no interior da corola.

 

O problema destes bolbos é que não são muito fáceis de encontrar por cá. São poucos os hortos que os têm à venda. É uma grande infelicidade porque esta espécie de narciso (Narcissus papyraceus) é nativa no território português. Uma parte dos bolbos de narciso “paper-white” que são facilmente encontrados à venda em países como a Inglaterra são de origem portuguesa. Enquanto que lá por fora estes narcisos são muito apreciados para decoração de interiores, por cá, ninguém lhes aprecia o encanto. Ninguém parece querer comprá-los ou vendê-los.
Felizmente consegui encontrar alguns bolbos num pequeno horto local que costuma ter, entre as variedades mais comuns, um ou dois produtos bem originais. Além disso, alguns hortos aceitam encomendas por preços bastante simpáticos.

 

The last time I wrote about bulb forcing I said I had tried to force bulbs of hyacinths.
In addition to the hyacinths, I had a huge success with “paper-white narcissus”. Those were very fun to force and to look after. “Paper-white narcissus” are easy to force and generate good results most of the times. They do not need a very sophisticated substrate (I used soil but some use only gravel ) and you can plant several bulbs in the same container. The bulbs have a fast flowering time of only 2-3 weeks, the flowers stay beautiful for a long time and are so unique!

 

Only a wise man could name them so well. There are so many words to describe the beautiful things but, sometime, simplicity is gold. Instead of a single flower, each bulb blooms a cluster of little white flowers with 2 cm of diameter. The petals are so white, so thin and delicate that they really seem made of paper! I especially love the colors created by the bright yellow of the anthers within the corolla.

 

The problem of these bulbs is that they are not very easy to found here in Portugal. Only a few nurseries have them for sale. I don’t understand it because this kind of narcissus (Narcissus papyraceus) is native from Portugal and other mediterranean countries. And a big amount of the “paper-white” available for sale in Britain came from nurseries in Portugal. While these daffodils are highly appreciated for interior decoration in northern countries and in the US, they seem to be underestimated here. No one seems to sell them or buy it. 
Fortunately I managed to find some bulbs in a very small nursery near my grandmother’s home that usually has one or two very unique products. In addition, I found that some nurseries accept orders for a very friendly prices.

You may also like

2 Comments

  1. Olá!
    Gosto muito dos temas que aborda no seu blog e com certeza que vou ser uma leitora assídua. Está tudo muito bonito! O blog revela muito bom gosto e, apesar de ainda parecer uma menina,revela maturidade nas suas escolhas e opiniões,
    Parabéns!

    1. Olá Ana!
      Que prazer foi ler as suas palavras. Não sou tão menina quanto pareço mas esforço-me para continuar a ter algo de menina em tudo o que faço. É o que dá encanto às fotografias, brilho às cores e beleza ao conjunto. Agradeço muito os votos de parabéns! Seja bem-vinda à toca do coelho!

Leave a Reply

Your email address will not be published.