Amsterdam: Birdblocks quilt shop!

(scroll for the English version)

Como prometido, aqui está mais um post sobre a minha Creative Tour em Amesterdão. Desta vez venho falar-vos da Birdblocks.
Mesmo ao lado da Den Haan & Wagenmakers em Amesterdão há outra loja de artigos para patchwork, a Birdblocks. Pode parecer um paradoxo mas a verdade é que as duas lojas têm características muito diferentes e, portanto, não são concorrentes. A Birdblocks é uma loja de artigos para patchwork bem actual e, por isso, tem objectivos muito diferentes da sua vizinha do lado.

Mais uma vez, situa-se num pequeno edifício tradicional holandês muito próximo da praça Dam e é uma das melhores lojas de patchwork na cidade de Amesterdão. Não é uma loja grande. Eu diria até que é uma loja bastante modesta mas muito, muito completa. A variedade de materiais e padrões de tecidos é imensa. Para além das conhecidas colecções de designers a birdblocks orgulha-se de uma colecção de cores e tecidos bem originais!
A equipa da Birdblocks é muito gentil e permite-nos descobrir, ao nosso ritmo os tesouros graciosamente dispostos nas prateleiras. Mas há muito mais para descobrir e aprender no blog que completa na perfeição as necessidades dos visitantes. A Birdblocks tem ainda à venda alguns modelos de produção própria, alguns deles com engraçados motivos dos países baixos. Esta é mesmo uma loja a não perder.

Não se esqueçam que o blog está a festejar o seu primeiro aniversário e há uma surpresa, pintada por mim, para todos os que subscreverem! Para saberem mais espreitem aqui.

 

As promised, here it is another post about my Creative Tour in Amsterdam. This time, I am talking about the cutest quilt shop: the Birdblocks.
Right next Den Haan & Wagenmakers in Amsterdam there’s another patchwork shop, the Birdblocks. It may seem paradoxical but the truth is that the two stores have very different characteristics and therefore are not competitors. Birdblocks is a supply store for modern patchwork and therefore has very different objectives of its neighbor.

Again, it is located in a small dutch traditional building, very close to the Dam square and is one of the best patchwork shops in the city of Amsterdam. Its a small shop. I would even say it has a very modest size but it is very, very complete. The variety of materials and textile designs is enormous. In addition to the most known designer fabrics, Birdblocks boasts a collection of very original fabrics in so many colours!
The Birdblocks team is the kindest and allows us to discover by ourselves, the beautiful treasures gracefully arranged on the shelves. But there is much more to discover and learn on their blog which completes the needs of every visitor. The Birdblocks has some own patchwork patterns for sale, some with funny motives of the Netherlands. You must not miss Birdblocks for sure.

Do not forget that the blog is celebrating its first anniversary and there is a surprise, painted by me, for everyone who subscribes! To know more click here.

Continue Reading

Autumn mini quilt

(scroll for the English version)

Todos nós começamos por fazer mini quilts. São excelentes projectos de patchwork para principiantes, bons para testar as capacidades, treiná-las, experimentar desenhos e ficam lindos numa mesa de café ou numa consola!
Eu gosto de alterar um pouco a decoração ao longo das estações e introduzir têxteis é uma das melhores formas de dar à casa a sensação de conforto que nenhum móvel, por mais belo que seja, consegue trazer sozinho. Eu tenho um nicho na entrada onde deixamos as chaves, óculos, telefones e outros objectos de uso regular assim que chegamos a casa. E é aqui que costumo dispor os meus mini quilts e apreciar o que já aprendi até agora, as técnicas que desenvolvi, as qualidades que fui adquirindo ao longo do tempo.
Há uns meses atrás descobri uns fat-quarters de tecidos com temas outonais numa das minhas lojas de tecidos favoritas. Pensei imediatamente que dariam um excelente mini quilt para usar no outono no meu nicho de entrada. Mas como isso não era desafio suficiente, resolvi desenhar eu mesma um modelo.

Foi a primeira vez que me aventurei em desenhar um modelo para quilts e, apesar de contemplar um desenho muito simples de folhas de acer, foi uma experiência muito enriquecedora. Eu sempre gostei de geometria, consigo visualizar facilmente no espaço, imaginar o resultado final, percebi que consigo ser muito criativa com as formas e não me assusto com as contas. Usei moldes de papel para fazer as contas às medidas, às margens de costura, etc.

E acabou por resultar num desenho interessante e deu-me ideias para outros mini quilts sazonais! Mas mais do que isso fez-me perceber a forma como eu gosto de usar os padrões, as cores e penso que, mais do que usar geometria complexa, os meus quilts favoritos são aqueles que trabalham a cor. Gostava de conseguir juntar todo o processo e partilhar o modelo de alguma forma, trabalhá-lo melhor e depois vê-lo feito também nas vossas casas com os vossos tecidos e interpretações. Há muitas variações possíveis baseadas nas cores, nas sombras e contrastes!

Não se esqueçam que o blog está a festejar o seu primeiro aniversário e há uma surpresa, pintada por mim, para todos os que subscreverem! Para saberem mais espreitem aqui.

We all started by making mini quilts. They are great patchwork projects for beginners, good for testing new skills, training, trying out designs and in the end they look great on a coffee table or entry table!
I like to change the decoration over the seasons and introducing textiles is one of the best ways to give your home feeling of comfort that no furniture, no mater how beautiful, can bring by itself. I have a niche at my entrance where we leave keys, glasses, telephones and other objects of regular use as soon as we get home. And this is where I usually lay out my mini-quilts and appreciate what I have learned so far, the techniques I have developed, the qualities I have acquired over time.
A few months ago I discovered some autumn-themed fat-quarters in one of my favourite fabric stores. I thought immediately that they would make a great mini quilt to use in the fall in my entry niche. But since this was not enough of a challenge, I decided to design myself a pattern!

It was the first time that I ventured to design a quilt pattern and, despite it illustrates a very simple drawing of acer leaves, it was a very enriching experience. I have always liked geometry, I can easily visualize in space, imagine the final result and I realized that I can be very creative with the shapes and not be scared by measures and math. I used paper cuts instead of fabric to make study the measurements, the seam allowances, etc.

It turned out to be an interesting design and gave me ideas for other seasonal mini-quilts! But more than that, it made me realize how I like to use fabric designs and colours and I think, rather than using complex geometry, my favorite quilts are those that work the colours. I’d like to be able to put the whole process of this pattern design together and share the pattern in some way, work it out better and then see it done by you, with your fabrics and interpretations! There are so many possible variations based on colours, shadows and contrasts!

Do not forget that the blog is celebrating its first anniversary and there is a surprise, painted by me, for everyone who subscribes! To know more click here.

Continue Reading

Amsterdam: Den Haan & Wagenmakers

(scroll for the English version)

Há algum tempo que não vos escrevia sobre os passeios criativos que procuro fazer sempre que vou de viagem dentro ou fora do país. Para além de fazer uma pesquisa pelos principais locais turisticos mais ou menos alternativos, sempre que faço uma viagem procuro informação sobre os principais crafts da região. Este ano tenho-me dedicado aos locais que visitei na Holanda e parece que finalmente chegou a vez de Amesterdão. Mas como há bastante para mostrar, resolvi escrever três posts acerca disso e partilhar convosco um pouquinho de cada vez!

Na minha visita a Amesterdão, fiz um pequeno roteiro de museus, lojas ou outros locais relacionados com os crafts para tentar viver um pouco do ambiente handmade na cidade. Limitei-me sobretudo ao centro da cidade onde e consegui visitar praticamente todos os locais que tinha planeado mas o que eu não podia falhar era a Den Haan & Wagenmakers, uma loja de quilts e tecidos tradicionais holandeses. A loja situa-se num edifício antigo, muito perto da praça Dam, a apenas 10 minutos a pé da Amsterdam Centraal. A loja tem um piso e um mezanino e está coberta, desde o chão até ao teto, com tecidos, modelos e fabulosos quilts com desenhos tradicionais dos países baixos. Quase todos eles reproduzem ou se baseiam em modelos antigos, sobretudo os modelos e cores mais características do patchwork Holandês até à segunda guerra mundial. Muitos dos modelos apresentados na loja estão à venda para poderem ser reproduzidos e são também inúmeros os livros que registam a história dos quilts holandeses!

Os tecidos, à semelhança das chitas portuguesas, ilustram sobretudo padrões florais num número limitado de cores que dá aos quilts uma certa coerência e uniformidade. É engraçado verificar este paralelismo com outros tecidos europeus da mesma época. Para além destes, a loja vende uma grande variedade de outros padrões em cores mais diversas mas que combinam na perfeição com qualquer um dos tecidos tradicionais.
Eu não resisti em trazem um pack de 4 tecidos tradicionais num padrão floral.

Não se esqueçam que o blog está a festejar o seu primeiro aniversário e há uma surpresa, pintada por mim, para todos os que subscreverem! Para saberem mais espreitem aqui.

 

Some time have passed since I wrote about the creative tours I try to make whenever I travel in or out of the country.This year I wrote about places I visited in the Netherlands and it’s time to talk about Amsterdam! But as there is so much to show to you that I decided to write three different posts about it and share them a little bit at a time!

In my visit to Amsterdam, I made a short tour of museums, shops and other places related to crafts and to tried to live a bit of the handmade environment of the city. I limited myself to the city center where I managed to visit almost all the places I had planned but if there’s one place I just couldn’t fail was the Den Haan & Wagenmakers. A traditional Dutch quilt and fabric shop. The shop is located in an old building, very close to the Dam Square, only 10-minute walk from the Amsterdam Centraal. The shop is not big but has this mezzanine and a high ceiling, and is fully covered with fabrics, patterns and quilts, fabulous traditional quilts! Almost all of the quilts reproduce or are based on antique patterns, that include the characteristic patterns and colours of the Dutch patchwork until the Second World War. Many of the quilt patterns are available for sale and there are also numerous books about the story of Dutch quilts!

The traditional fabrics, like the Portuguese chitas, usually reproduce floral designs in a limited number of colours that give a certain consistency and uniformity to the quilts. It’s interesting to see the parallelism of the fabric designs with other tradicional European fabrics. In addition to these, the shop sells a wide variety of other patterns and fabrics on a diverse colour palette that combine perfectly with all of the traditional fabrics.
I couldn’t resist to bring a pack of 4 traditional fabrics in a small floral pattern.

Do not forget that the blog is celebrating its first anniversary and there is a surprise, painted by me, for everyone who subscribes! To know more click here.

Continue Reading

Pin cushion

 

(scroll for the English version)

Eu precisava de um alfineteiro. Já vi um tutorial muito original no grupo Cose+ sobre uma alfineteira magnética feita com um prato de pão ou outro prato pequeno. Pareceu-me tão prático que até já arranjei um prato com o tamanho ideal! Mas como as alfineteiras nunca são demais e nos permitem separar os diferentes tipos de alfinetes que gostamos de usar, não resisti em fazer um mais tradicional.
Este foi o primeiro projecto que fiz a partir deste livro que ainda é um dos meus livros de crafts favoritos.
A conveniência desta alfineteira é que pude usar uns quantos retalhos, bem pequenos, de tecidos de que gosto muito e criar, em menos de uma hora, uma alfineteira com o tamanho ideal, bastante estável (não gosto muito das alfineteiras quadradas, tipo almofada, porque acho que se movem com muita facilidade) e muito original!
Ainda não tenho um stash arrojado o suficiente para criar o efeito arco-íris que o livro sugere e que eu adoraria reproduzir! Mas espero poder repetir este projecto no futuro. Eu planeio usar muito a minha alfineteira!

I needed a pincushion. I have seen a very unique tutorial in the Cose + facebook group about a  magnetic pincushion made with a bread dish. It seemed so practical that I already got a small dish with the perfect size to make it! But as pincushions are never enough and allow us to separate the different types of pins we like to use, I couldn’t resist on making a more traditional one.
This was the first project I did from the patterns of this book that is one of my favorite craft books. 
The convenience of this pincushion is that I used a few scraps from fabrics I love to create, in just an hour, a pincushion with the ideal size, very stable (I don’t like the square pincushions because I think they move a lot) and very original!
I do not have a bold stash to be able to create the rainbow effect that the book suggests despite I would love to! But I hope to repeat this project in the future. I plan to use my pincushion a lot!

Continue Reading