Low plastic begins with understanding what you have!

(scroll for the English version)

Tentar eliminar os plásticos do nosso dia a dia pode ser avassalador! Basta pensarmos numa rotina matinal, por exemplo, o acto de lavar os dentes… Escova de plástico, pasta de dentes em embalagem de plástico que, se for branqueadora provavelmente está cheia de partículas de plástico, fio dental de fibras de plástico em embalagem de plástico… Ufa. Quando nos damos conta, tudo vem em embalagens de plástico. A sensação esmagadora de que não é possível esta alteração, atinge-nos! É a primeira coisa que acontece. Desanimamos.
Confesso que pensei que não conseguiria fazer grandes progressos, mas depois pensei que isto não tem de ser feito de um momento para o outro, certo? Além de que parece ser impossível deixar os plásticos de um dia para o outro, a pressa é inimiga da perfeição e nenhum de nós quer correr o risco de fazer más escolhas novamente.
Por isso hoje venho partilhar convosco os primeiros passos que fiz para um caminho de baixo impacto em plástico!

Em primeiro lugar eu escolhi uma área para começar e, aos poucos, vou passando de área para área. E resolvi começar pela minha casa de banho. A primeira coisa que fiz foi esvaziar todas as gavetas e acumulei tudo num só local (ui, de repente isto parece muito tendência Konmary Method, não?). Isto deu-me a noção da quantidade de coisas que tinha em casa (eu não me considero uma acumuladora, de todo). O primeiro impacto é imediato: “isto vem tudo em embalagens de plásticos?”, “ei… eu tenho e uso tudo isto?” As respostas são: “sim, vem tudo em embalagens de plástico”, “sim, tenho” e “não, eu não uso tudo isto!”. Portanto, num segundo passo, eliminei os produtos fora do prazo (esvaziei o que faltava e coloquei as embalagens na reciclagem). Depois olhei para o que restava e coloquei de parte todos os produtos que não uso (ou porque não funcionaram para mim, ou porque vieram junto com presentes, ou numa promoção de supermercado) e distribui por pessoas conhecidas que os utilizam. Por fim, já com muito poucos produtos em mãos, analisei cada um e tentei encontrar uma alternativa sem plástico. Mas antes de efectivamente fazer a troca por um produto sem plástico, eu conscientemente utilizei todos os produtos que tinha até ao fim. Este é um erro comum: a raiva de ter tanto plástico à nossa volta faz-nos querer deitar tudo o que temos e substituir por opções mais sustentáveis num ápice. Mas este comportamento, por si só é tudo menos sustentável! Devemos sempre utilizar o que temos antes de efectuar a troca. Eu ainda estou a utilizar muitodos produtos que tinha. Não deseperem: eu tenho usado este tempo para aprender! E desde então eu estou, progressivamente, a adoptar cada vez mais produtos sem plástico, um dia de cada vez.

A imagem mostra algumas das coisas que já comecei a alterar ou que pretendo alterar: gel de banho, shampoo, amaciador, exfoliante, esponja de banho, desodorizante, cotonetes, creme hidratante de corpo, creme da cara, tónico, discos desmaquilhantes, escova de dentes, pasta de dentes, fio dental, desmaquilhante, sabão para mãos, máscara de cabelo, máscara de face, batom de cieiro, lâmina para depilação. Para já são estes o itens na minha lista, mas existem outros que, mais cedo ou mais tarde começarei a alterar.

De vez em quando eu vou escrever um post par vos mostrar algumas das alterações que fui introduzindo mas, desta pequena experiência, o que me apercebo hoje é que, não é apenas o plástico que, aos poucos se vai embora… Eu tornei-me muito mais consciente das compras que faço, evito produtos embalados em plástico, evito produtos pouco sustentáveis, evito produtos para os quais exista uma opção homemade demasiado fácil para não ser aplicada. E ganhei espaço nas minhas gavetas para utilizar com… nada! Para gozar apenas o prazer de ter espaço, espaço esse que me permite dispor os meus produtos de forma a poder ver, num glance, tudo o que tenho e assim usar tudo o que tenho. Esta é também um atitude sustentável.

Trying to eliminate the plastics of our day to day can be overwhelming! Just think of a morning routine, for example, the act of brushing your teeth … Plastic toothbrush, toothpaste in plastic packaging (if it is a whitening toothpaste it probably has plastic abrasive particles), plastic fiber dental floss in plastic packaging… Well… When we realize it, everything comes in plastic packaging. The overwhelming feeling that this change is not possible hits us! It’s the first thing that happens. We get discouraged by the overwhelming sensation.
I confess, when it hits me, I thought I could not make much progress, but then I thought this does not have to be done overnight, right? Besides it seems impossible to get plastic free at the drop of a hat, haste is enemy of perfection and neither of us wants to make more bad choices.
So today I share with you the first steps I made on this low impact plastic journey!

Firstly I decided to chose an area to start and gradually I will move from area to area. So, I decided to start with my bathroom. The first thing I did was empty all my drawers and packed everything in one place (Is this a little Konmary trend??). This gave me the notion of the amount of things I had at home (and, to clarify, I do not consider myself an accumulator, at all). The first impact is crushing: “Is this all in plastic bottles?” and “hey… do I have and use all this?” The answers were: “Yes, all of it cames in plastic bottles”, “yes, I have” and “no, I do not use all this!”. Therefore, my second step was eliminate the products that expired (I emptied them and put the package into the recycling bin). Then I looked at what was left and put aside all the products I did not use (either because they did not work for me, or because they came as offers or gifts) and distributed by people I know who use them. Finally, with just a few products in hand, I analyzed each one and tried to find an alternative without plastic. But before actually making the exchange for a product without plastic, I consciously used all the product I had until its very end. This is a common mistake: the anger of having so much plastic around us makes us want to throw everything we have and substitute it for more sustainable options at one glance. But this behavior is incredibly unsustainable! We should always use what we have before making the switch. I am still using up several products, off course! That’s why this doesn’t happen overnight! Do not despair: I am using this time to learn. And since then I have been increasingly adopting more and more products without plastic, one day at a time.

The image shows some of the things I have already started to change or that I want to change to a more sustainable/plastic free option: bath gel, shampoo, conditioner, exfoliant, bath sponge, deodorant, swabs, body moisturizing cream, face cream, tonic, cleansing disks, toothbrush, toothpaste, dental floss, make-up remover, hand soap, hair mask, face mask, lipstick, hair removal blade. For now these are the items on my list, but there are others that will sooner or later start to change too.

From now and then I will show you some swaps I have made. But from this little experiment, I already realize that it is not only the plastic that slowly goes away… I have become much more aware of the purchases I make: I avoid plastic but also other types of unsustainable options, products for which there is a homemade option too easy not to be applied, and I understand minimalism a bit better (I am not a minimalist though): I have so much space in my drawers these days and I can use to… nothing! To enjoy the pleasure of having the space that allows me to dispose my products so that I can see, in a glance, everything I have and so use everything I have. This is also a very sustainable attitude.

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.