Take care of yourself in 2019!

(scroll for the English version)

Bom ano novo a todos!

Há uns dias, antes da passagem de ano, escrevi um post no Instagram acerca da minha maior meta para 2019: cuidar de mim.

Tal como expliquei no post, o ano de 2018 foi muito “intenso”. Foi cheio em coisas “fortes”: diferentes e muito contrastantes… Cheguei ao fim do ano bastante cansada, em alguns aspectos algo frustrada, com o sentimento de que foi um ano de dar muito e pouco receber, muito embora o tenha terminado com um bom sentimento de dever cumprido! Ora, depois de meditar um pouco, pensar um pouco, analisar um pouco, compreendi que, mais do que querer abraçar uma grande quantidade de coisas novas, eu queria que 2019 fosse um ano para “cuidar”. Cuidar é uma meta do tipo “guarda-chuva” porque abrange uma série de intensões: cuidar de mim, seleccionar com cuidado as minhas batalhas, libertar-me de algumas coisas e finalizar outras, especialmente alguns projectos que culminarão este ano! Em resumo, ao contrário de 2018 em que me quis desafiar em muitos aspectos em simultâneo, dar-me sem condição e com risco, como um semeador que nunca sabe quais (nem de que tipo) são as sementes que nascerão, os desafios de 2019 serão muito centrados em seleccionar, com o objectivo de reduzir, para que haja espaço para cuidar. Não quero com isto dizer que não terei coisas novas a acontecer: pelo contrário, já tenho em mente novos projectos para mim e não seria um ano entusiasmante se não fosse assim! Contudo, este ano serei bastante selectiva, intencional, com o principal objectivo de não me sentir assoberbada, de sentir que guardo uma parte substancial da minha energia para cuidar de mim, dos meus projectos. Pode parecer egoísta estar a dizer-vos isto assim e logo a vocês que vieram espreitar o meu blog. Mas confiem: ninguém traz mais coisas boas para partilhar como aquele que se ama a si próprio.

Queria por isso agradecer a todos aqueles que me seguem diariamente: para me encorajarem, para alimentarem a minha criatividade, como quem cria uma verdadeira amizade. Aqueles a quem eu dou e de quem sinto também receber, aqueles que não fazem desta relação apenas dar e retirar, aqueles que me têm retribuído com o seu carinho e força, que me elevam todos os dias e me incluem nas suas vidas. Aqueles que me fazem afastar e esquecer aquele ou aquela que aparece só para levar… só levar. Porque quem apenas leva nunca se supera.
Por essa razão, neste novo ano, eu posso até ser mais selectiva, posso parecer guardar coisas para mim e assumir de vez em quando a minha postura introvertida (que vejo hoje como algo extremamente necessário e com muito potencial), mas darei, com certeza, conteúdo significativo, profundo e forte nos posts que escreverei. Escrever-vos, contar-vos as histórias por trás dos meus projectos, é das coisas mais bonitas que faço diariamente!

Obrigada e bom ano para nós!

A imagem que ilustra este post é da autoria da talentosa Claudia, uma ilustradora alemã cujo trabalho me inspirou a reconhecer as minhas metas para 2019. Pedi-lhe o favor de partilhar esta ilustração convosco, e ela concordou. Podem ver o seu trabalho aqui.

Happy New Year!!!

A few days ago, before the new year eve I wrote a post on Instagram about my biggest goal for 2019: take care of myself.

As I explained in the post, 2018 was very “intense.” It was full of “strong” things: different and very contrasting… I arrived at the end of the year very tired, in some respects somewhat frustrated, with the feeling that it was a year of giving a lot and receive just the bare minimum. Even though I finished 2018 with a nice sense accomplishment! Now, after meditating a little, thinking a little, analyzing a little I understood that more than wanting to embrace a lot of new things, I wanted 2019 to be a year to “take care”. Caring is an “umbrella goal” because it covers a series of intentions: taking care of me, carefully selecting my battles, freeing myself from some things and finalizing others, especially some projects that will culminate this year! In summary, unlike 2018 in which I wanted to challenge myself in many aspects simultaneously, to give me without condition and taking risks (as a sower who never knows which (or what kind) are the seeds that will shoot), the challenges to 2019 will be very focused on selecting with the aim of reducing so that there is room to care. I do not want to say that I will not have new things happening! Oh, no! On the contrary, I already have in mind new projects for me and this would not be an exciting year without them! However this year I will be quite selective, intentional, with the main objective of not feeling overwhelmed, keeping a substantial part of my energy to take care of myself, my projects that I will choose carefully. It may seem selfish to be telling you this, to you who that have come to look at my blog. But trust: no one brings more good things to share like the one who loves himself.

I want to thank all of you who follow me daily to encourage me, to feed my creativity as if in a true friendship. Those to whom I give and from I also feel that I receive, those who do not make this relationship just give and take, those who have rewarded me with their affection and strength, who raise me every day and include me in their lives. Those who make me walk away and forget the one or two people who just show up to take… just take. Because the one who just takes never grows beyond himself.
For this reason, in this new year, I may even be more selective or seem to keep things to myself. I may assume, from time to time, my introverted stance, that I see today as something extremely necessary and powerful. But I will certainly give you more meaningful, and strongly content posts. Writing to you, telling you the stories behind my projects is the most beautiful thing I do every day!

Thank you and happy 2019 for us all!

The image that illustrates this post is from the talented Claudia, a German illustrator whose work inspired me to recognize my goals for 2019. I asked her the favor of sharing her illustration with you in this post, and she agreed. You can see her work here.

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.