Book review: A pratical illustrated guide to attracting & feeding garden birds

(scroll for the English version)

Todos os anos pego neste livro durante o Inverno! A culpa é do meu pai… que no entanto, creio nunca ter visto este livro. Passo a explicar…
Quando vivia em casa dos meus pais, o meu pai comprava arroz para fornecer às aves durante o Inverno. E faça sol ou chuva, quando eu corto o pão lá em casa, as migalhas vão, sempre foram, religiosamente para cima do muro. E passados uns minutos, a magia acontece e elas já não existem porque são devoradas pelas aves! Nunca cheguei a perguntar e creio que nunca o vou fazer, mas eu gosto de imaginar que, depois de ter saído de casa, alguém continua a fazer este meu ritual de alimentar os invernantes no nosso jardim.

Por isso, desta vez, eu quero partilhar um livro convosco sobre como atrair e alimentar as aves no nosso jardim: “A Pratical Illustrated Guide to Attractting & Feeding Garden Birds”. E este é o momento certo para o fazer: quando o alimento escasseia e os adultos fazem reconhecimento dos locais para que, na primavera, saibam onde fazer o ninho! Este livro abre falando um pouco acerca das aves: a sua estrutura, o seu sistema digestivo, os seus hábitos e o seu ciclo de vida. Depois aborda as principais aves nos parques e jardins das cidades, nos bosques e nos jardins particulares. Apresenta os desafios que as aves têm de enfrentar nas cidades, especialmente durante o inverno e começa a explicar que tipo de estruturas são boas para atrair aves aos nossos jardins desde alimentadores, bebedouros e até abrigos.

O livro investe então em apresentar autênticas “receitas” de bolas de gordura com sementes e enfeites de frutos secos, em explicar como criar um jardim que atraia a biodiversidade, como escolher plantas de jardim que sejam benéficas para a alimentação das aves durante o Inverno, como criar um charco onde as aves possam encontrar abrigo, água, e alimento e como adequar o alimento fornecido às aves na nossa vizinhança! É que, no que diz respeito à alimentação, é muito importante perceber que tipo de alimento é adequado fornecer às aves. Nem todas as aves se alimentam de sementes! Há as que preferem fruta fresca, fruta seca, ou animais vivos ou secos como insectos e até tenébrios (que se compram em lojas de animais para alimentação de aves de gaiola). Adequar a alimentação à biodiversidade existente à nossa volta é uma preocupação que não se deve descorar!

Depois o livro aconselha as melhores formas de apresentar os alimentos, água e abrigo propondo projectos do tipo “faça você mesmo” e indicando materiais, dimensões e cuidados necessários e adequados para a construção de alimentadores, bebedouros e abrigos para aves. Há aves que não se alimentam do chão, que só criam ninhos se os abrigos tiverem determinadas dimensões ou tipo de materiais. Há aquelas que vivem em comunidades e as que preferem fazer o ninho junto ao chão.

Antes de um capítulo de anexo dedicado a modelos para execução dos projectos do livro, o livro ainda possui um curto guia das principais aves nos nossos jardins, parques nas cidades, zonas agrícolas, estuários e charcos que nos podem ajudar a identificar e apreciar a companhia das principais aves autóctones da europa que visitam os nossos jardins e cidades!

Every year I open this book during the winter! It’s my father’s fault… who, I believe, have never seen this book! I’ll explain…
When I lived in my parents’ house, my father used to buy rice to feed the birds during the winter. And no matters the weather, when I slice the bread back home, I always put the bread crumbs over the wall: after a few minutes, the magic happens and they no longer exist because they are devoured by the birds! I never asked, and I don’t intend to, but I like to imagine that, after I left home, someone still puts the bread crumbs over the wall to continue this ritual of feeding the wintering birds in our garden.

So this time, I want to share a book with you on how to attract and feed the birds in your garden: “A Pratical Illustrated Guide to Attractting & Feeding Garden Birds”. And this is the right time to do it: when food is scarce and adults start to know which are the best locals to nest in the spring! This book strands presenting birds: their structure, their digestive system, their habits and their life cycle. Then it approaches the main birds in the parks and gardens of the cities, the woods and the private gardens in Europe. It presents the challenges that birds face in cities, especially during the winter, and explains what kind of structures are good for attracting birds to our gardens: from feeders, birdbaths and even shelters.

The book then invests in presenting several “recipes” of fat balls with seeds and nuts ornaments, in explaining how to create a garden that attracts biodiversity, how to choose garden plants that are beneficial to feed the birds during the winter, how to create a pond where birds can find shelter, water, and food and how to match the food provided to the birds in our neighborhood! In fact, it is very important to realize what kind of food is suitable to provide to the birds. Not all birds feed on seeds! There are those that prefer fresh fruit, dried fruit, or live or dried animals like insects and even mealworms (which are bought at pet stores to feed cage birds). Providing the adequate food to the biodiversity around us is a concern not to be forgotten!

The book then outlines the best ways to present food, water, and shelter by proposing do-it-yourself projects and indicating the appropriate materials and dimensions for building feeders, birdbaths and shelters. There are birds that do not feed from the ground, which only make their nests if the shelters have certain dimensions or materials. There are those who live in communities and those who prefer to nest near the ground.

Before closing with a chapter dedicated to patterns for implementing the book projects, the book has a short guide to the top birds in our gardens, city parks, agricultural areas, estuaries, and ponds that can help us identify and appreciate the main autochthonous birds of europe that visit our gardens and cities!

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.