Christmas paper medallions

(scroll for the English version)

No primeiro ano em que fiz a árvore de natal em casa não tinha muitos enfeites nem muito tempo para os fazer. Não consegui cair na tentação de comprar 10 caixas de bolinhas de plástico e resolver o problema. Mas consegui fazer umas rosetas de papel que encheram a árvore naquele ano!

Foi a primeira vez que usei o tão conhecido papel de scrapbooking. É um papel com aproximadamente 30×30 cm (12x12in), de gramagem semelhante às cartolinas e quase sempre tem dois padrões: um na frente e outro no verso. Eu escolhi motivos natalícios ou que combinassem com as cores que pretendia.
Há uma infinidade de tutoriais e utilizações para estes papeis espalhados pela internet. Numa pesquisa rápida podemos ver como podem ser muito versáteis para fazer álbuns, caixas, envelopes, por aí fora.
É possível comprar blocos de papel de scrapbooking com 20 ou mais folhas, com padrões temáticos ou que combinam entre si. Mas como não é propriamente um papel barato e eu nunca o tinha usado, achei muito conveniente encontrá-lo à venda avulso para poder experimentar e escolher apenas os padrões que desejava.

Para além do papel de scrapbooking usei um lápis para fazer marcações, régua, X-acto, cola (pode ser cola quente), fita de tecido e um cortador circular com cerca de 4cm de diâmetro.

Cortei tiras de papel com aproximadamente 4cm de largura, usando todo o comprimento do papel. Com a ajuda da régua fiz dobras a cada centímetro em direcções opostas de forma a formar uma espécie de harmónica. Depois colei os extremos tendo o cuidado de os encaixar de forma a que a união não fosse perceptível, achatei para formar a roseta e colei um círculo de papel com um padrão diferente (pode ser o verso do papel que estiverem a usar) de cada lado, para manter a forma. Depois da cola secar bem cortei uma fita com cerca de 15 cm e colei os extremos nas dobras na parte de traz da roseta de forma a poder pendurá-la. Na verdade, no caso de usarem o papel de scrapbooking, a parte de traz também terá um padrão. Se usarem o mesmo papel para várias rosetas podem usar ora um lado ora o outro para a frente.

Confesso que inicialmente achei que as rosetas não iam durar muito tempo. Mas como o objectivo era fazer algo mais temporário não estava muito preocupada. Apesar de algumas já terem ficado estragadas, o papel mostrou ser bastante resistente pelo que ainda hoje tenho várias rosetas na árvore de natal! Elas fazem sempre sucesso e eu adoro oferecer-las a amigos que nos venham visitar!

 

The first year I made the Christmas tree at my own home I did not have too many ornaments or too much time to make them. I could not fall into the temptation of buying 10 boxes of plastic balls and solving the problem. But I managed to make some paper medallions that filled the tree that year!

It was the first time I used the well-known scrapbooking paper. It is a paper with approximately 30×30 cm (12x12in), of similar weight to regular cardboard and usually has two patterns: one in the front and the other in the back. I chose Christmas motifs or motives that matched the colors I wanted.
There are a multitude of tutorials and uses for these papers spread across the internet. In a quick search we can see how they can be used to make albums, boxes, envelopes among other things.
You can buy scrapbooking paper blocks with 20 or more sheets, themed or with matching patterns. But since it is not a cheap paper and I had never used it before, it was very convenient to find it on sale as single pages that allowed me to try it out and choose only the patterns I wanted.

In addition to the scrapbooking paper I used a pencil to make markings, ruler, X-act, glue (can be hot glue), ribbon and a circular cutter with about 4cm in diameter.

I cut paper strips about 4cm wide, using the entire length of the scrapbooking paper. With the help of the ruler I made folds every cm in opposite directions to form a sort of harmonica effect. I then glued the ends together, taking care to fit them so that the union was not noticeable, flattened to form the medallion and pasted a circle of paper with a different pattern (may be the back of the paper) on each side, to keep the shape. After the glue dried I cut a ribbon about 6 inches long and glued the ends into the folds on the back of the medallion so that I could hang it. In fact, if you’re using scrapbooking paper, the back side will also have a pattern so the ribbon position is not that crucial. If you use the same paper for several medallions, you can use one side or the other for the front.

I must confess that initially I thought this medallions were not going to last long. But since the goal was to do something more temporary, I was not too worried and enjoyed the process. However, although some have already been smashed or partially eaten by my cats, the paper proved to be quite resistant so I still have several medallions in my Christmas tree. They always make a huge success and I love to offer them to friends that come to visit us!

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.