Applesauce is our favourite dessert

(scroll for the English version)

O Outono é o tempo das maçãs, das abóboras, das romãs e dos dióspiros entre outros frutos maravilhosos! Ora ultimamente há um monte de gente a perguntar-me o que costumo fazer com tantas maçãs que há por aí. É que apesar de haver fartura, se alguém me pergunta se quero, eu aceito sempre maçãs! E a verdade é que todas as semanas vou comprar fruta e todas as semanas trago um grande saco de maçãs. Porque o que não pode faltar por aqui sempre é uns boiões de puré de maçã. E não, não é aquele puré desenxabido a saber a maçã cozida! É um puré fresco, que é muito saudável e só leva 2 ingredientes: as maçãs e a raspa de limão. Posso dizer que é a sobremesa favorita cá em casa e que é devorado em segundos! Mais maçãs houvessem, mais puré se comia.

A receita é absurdamente fácil que até me sinto um pouco mal por estar a fazer disto um mega acontecimento. Mas há coisas que são como o ovo do Colombo: um pequeno esforço e transformamos algo absolutamente normal numa grande ideia. Então aqui vai:

Descascam-se as maçãs e cortam-se em pedaços colocando-os uma taça com água e um pouco de sal. O sal é opcional e não vai salgar as maçãs mas antes forçá-las a exsudar os açucares naturais. Aguardar 5 minutos.
Escorrer e colocar a maçã numa panela larga… sem mais nada.

“Mais nada? Nem uma colherzinha de água?”
Não! Nem um pingo de água que seja.

Tapar, ligar o lume no máximo e, sem nunca levantar a tampa, deixar que comece a ferver. Nesse momento colocar o lume no mínimo e deixar cozinhar 10 minutos.

“E aquilo não queima?”
Não! Não queima!

“Ah e tal… Se calhar é melhor ir deitando um olhinho…”
Não! Não é boa ideia deitar olhinho nenhum.

Eu costumo dizer, a brincar, que é preciso fé para fazer esta receita: tapa-se com cuidado, liga-se o lume com determinação e rezam-se 10 Avé Marias acreditando que aquilo não vai queimar!! Manter as mãozinhas longe do fogão! O segredo está mesmo aí: as maçãs têm água mais do que suficiente para cozinharem no seu próprio sumo. Se levantarmos a tampa, essa água evapora-se e, aí sim, as maçãs podem queimar.
No fim desse tempo desligar o lume, acrescentar raspa de limão (A quantidade depende um pouco da quantidade de maçãs e do gosto de cada um. Para um quilo de maçãs eu acrescento a raspa de um limão pequeno.) evitando a parte branca. Triturar muito bem com a varinha mágica e colocar ainda quente em boiões.

Esta papa come-se muito bem quente! Mas não desesperem e deixem-na umas horas no frigorífico. Vão ficar surpreendidos!
Há quem substitua o tempero por canela mas confesso que, isso sim, me faz lembrar aquelas papas de maçã cozida e acho que só fica bem enquanto está quente… Fresquinha tem de ser com limão!

Não se esqueçam que o blog está a festejar o seu primeiro aniversário e há uma surpresa, pintada por mim, para todos os que subscreverem! Para saberem mais espreitem aqui.

 

Autumn is the time of apples, pumpkins, pomegranates and persimmon among other wonderful fruits! Well, lately there are a lot of people asking me what I usually do with so many apples out there. Although there is plenty of it, if someone asks me if I want some, I always accept! And the truth is that every week I go to buy fruit and every week I bring a big bag of apples. Because what can not be missing here is always jars of applesauce! And no, it is not that old fashion puree tasting like baked apple! I love baked apple but this is a fresh puree, which is very healthy and only takes 2 ingredients: apples and lemon zest. I can say it’s the favourite dessert at our home and it’s devoured in seconds! No matter how many apples we get, no applesauce is left to go rot in the fridge.

The recipe is absurdly easy that I even feel a little bad to be making this a huge thing. But there are things that are like the Columbus Egg: with a little effort and we turn something absolutely normal into a great idea. So here it goes:

Peel the apples, cut them into pieces and place them in bowl of water and a little sea salt. Sea salt is optional and will not salt the apples but rather force them to exude their natural sugars. Wait 5 minutes.
Drain the apples and place them into a large pan… without anything else.

“Nothing more? Not even a tablespoon of water?”
No! Not a drop.

Put the lid on and turn the heat at the max and, without ever lifting the lid, allow it to boil. In this moment low the heat to minimum and leave it to cook for 10 minutes.

“And that does not burn?”
No! It does not burn!

“Oh… Maybe I should go and have a look once in a while …”
No! It’s not a good idea to have a look.

I usually joke that it takes faith to make this recipe: put the lid on carefully, turn on the heat with determination and pray reciting 10 Ave Marias believing that it will not burn!! Keep your hands away from the stove! The secret is right there: apples have more than enough water to cook in their own juice. If we lift the lid, this water evaporates and then the apples can burn.
At the end of that time turn off the heat, add lemon zest (The amount depends a little on the amount of apples you are using and your own taste. For about one pound of apples I add the zest of a small lemon.) avoiding the white part. Grind everything very well with the hand blender and put it, still hot, in jars.

This puree can be eaten while hot! But do not get anxious and leave it for a few hours in the fridge. You will be surprised!
Some people replace the lemon seasoning by cinnamon, but, I confess that it does remind me of baked apple and I think it is good only while it’s hot… Fresh applesauce has to be with lemon zest!

Do not forget that the blog is celebrating its first anniversary and there is a surprise, painted by me, for everyone who subscribes! To know more click here.

You may also like

2 Comments

  1. Eunice, quanto tempo consegues aguentar no frigorífico depois de pronta?
    Trouxe 2 caixas de maçãs da terra e tinha planeado enfrasca-la (com pasteurização), mas se se aguentar umas semanas no frigorífico nem pensava duas vezes 😐

    1. Ana, a minha dura poucos dias porque é comida num ápice mas asseguro-te que duram 1,5 – 2 semanas no frigorífico. De preferência em frascos esterilizados com uns minutos de agua a ferver. 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *