Cream Cake

(scroll for the English version)
Já percebi que este mês, o meu post sobre o Mãos à Obra me levou a escrever um pouco mais sobre os projectos que já concretizei a partir das sugestões do livro. E a minha primeira aventura foi o delicioso Bolo de Natas.

Este bolo é espetacular! Estão a ver aqueles bolos para tomar ao chá? Para ter durante a semana quando chegamos do trabalho ou para o pequeno almoço? Ou aqueles que se fazem para fatiar e levar nos piqueniques? É este mesmo! É um bolo com um aspecto caseiro, completamente despretensioso: basta-lhe ser polvilhado com um bocadinho de açúcar para ficar elegante e é tão saboroso que raramente sobrevive a um ou dois dias.

O Bolo de Natas faz lembrar o pão-de-ló português mas é mais fofo e tem um travo perfumado dado pelas natas. É absurdamente fácil de fazer e não precisa de acompanhamento nenhum: nem de queijo nem de compota, a não ser, está claro que o desejem. É também um bolo simpático que fica bem com um chá quente, uma limonada ou café e talvez um pouco intemporal porque é adequado a qualquer altura do ano: no Inverno é um conforto enorme quando nos aguarda numa tarde de frio, na primavera e no outono é excelente para levar num passeio pedestre ou num piquenique. No verão é o companheiro ideal para ficar acordado uma noite inteira a ver as estrelas cadentes em meados de Agosto…

Ora, como estamos na primavera, eu recomendo que, depois de fazerem as vossas almofadas para piquenique, façam também o Bolo de Natas para levar! E parece-me que o tema dos piqueniques não pode ficar por aqui pois não?

I realized that this month, my post on the book “Mãos à Obra” led me to write a little more about the projects that I have already made based on the book’s suggestions. My very first adventure was this delicious Cream Cake.

This cake is amazing! Can you think of those grandma cakes for tea? Or the ones you make to eat during the week when you arrive from work or for breakfast? Or the ones you slice and take to picnics? That’s the one! This is a cake with a homemade look, completely unpretentious: you just have to sprinkle it with a little sugar to make ir look elegant and it’s so tasty that it rarely survives a day or two.

The Cream Cake resembles the Portuguese sponge cake but it is more fluffy and has a fragrant flavor given by the double cream. It is ridiculously easy to make and does not need any accompaniment: neither cheese nor jam, unless you want to! It is also a nice cake goes well with a hot tea, a lemonade or coffee. It is also a bit timeless because it is suitable for any time of the year: during winter is comfort food in a cold afternoon, in the spring and autumn it’s excellent to take on a hike or a picnic. In the summer is the ideal companion to stay up all night to see the shooting stars during mid August …

Now, since it’s spring, I recommend that, after making your picnic pillows, you also make the Cream Cake to go too! And it seems to me that the picnics it’s here to stay.

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.