Rhubarb leaves

(scroll for the English version)

O ruibarbo não é um vegetal muito utilizado em Portugal. Tentei perceber entre as mães e avós se alguma vez tinham usado ruibarbo mas aparentemente nem sequer foi algo que se perdeu, simplesmente não faz parte das nossas plantações familiares há, pelo menos, 3 gerações.
Ora, há cerca de um ano arranjamos sementes de ruibarbo e resolvemos tentar a nossa sorte. O Ruibarbo prefere tempo encoberto, muita água e temperaturas amenas. Nada que a primavera e o verão portuguesas tenham sido no ano passado. Felizmente para mim, o nosso país é cheio de sol mas também acarreta períodos secos… Por essa razão fizemos sementeiras em estufa, que rapidamente se desenvolveram, e só depois plantamos o ruibarbo na semi sombra de um limoeiro, numa zona de rega. Não deu uma planta muito vigorosa. Por isso contive a minha curiosidade e ansiedade e deixei que crescesse o mais possível para que desse semente que recolhemos e voltamos a usar este ano tanto em casa da minha mãe como em casa da minha sogra. A minha avó diz que este método gera sementes mais robustas e, como bióloga sei que uma geração de sementes de uma planta adaptada ao “novo ambiente” é mais resistente, gerando descendentes eventualmente mais adaptados às novas condições atmosféricas. Isto funciona, sobretudo ao longo de várias gerações, mas a sabedoria popular diz que é possível ver diferenças logo na primeira geração.

Verdade ou não é que, este ano, a minha sogra conseguiu plantas bem vistosas e assim já colhemos as primeiras folhas de Ruibarbo! A parte verde não se usa. Na verdade contem um composto que não sendo propriamente tóxico, não é muito bom para nós. Só os talos vermelhos é que são utilizados.
Estou ansiosa por experimentar utilizá-los em tartes e doces e já mergulhei entre dois ou três livros de receitas ingleses e de receitas internacionais à procura de uma boa receita para me estrear. Mas a verdade é que não há nada melhor do que a vossa experiência! Por isso tenho uma ou duas questões para vocês: alguém conhece uma boa receita com ruibarbo? Para as primeiras experiências recomendam uma compota, uma tarde ou que outro tipo de sobremesa?

Rhubarb is not very common in Portugal. I asked the mothers and grandmothers in my family if they had ever used rhubarb but apparently it isn’t even something that got lost over time: it just wasn’t part of our family vegetable gardens for at least 3 generations.
About a year ago we manage to buy some rhubarb seeds and decided to try to grow them. Rhubarb loves a a low light environment, lots of water and mild temperatures. Nothing that the Portuguese spring and summer usually are. Since I love sunny days, fortunately for me, our country is full of sunshine but it also has several dry periods… For that reason we made some greenhouse sowing, and then we planted the rhubarb shoots in the semi-shade of a lemon tree in a watering area. It developed but didn’t result in a very vigorous plant. So I withdrew my curiosity and anxiety and let it grow as much as possible so that it could produce new seeds that we collected and use again this year both at my mother’s and my mother-in-law’s garden. My grandmother says that this method generates more robust seeds and, as a biologist, I know that a seed generation from a plant adapted to a “new environment” is more resistant and eventually generates plants that are more adapted to the new atmospheric conditions. This works for sure, especially over several generations, but popular wisdom says you can see differences right in the first generation.

True or not, this year, my mother-in-law has got very showy and robust plants and we have already collected the first leaves of Rhubarb! The green part is not used. In fact it contains a compound that is not exactly toxic, but that is not very good for us. Only the red stalks are used.
I’m looking forward to trying them on pies and sweets and I’ve already dipped into two or three english and international recipe books looking for a good recipe to try. But the truth is that there is nothing better than your experience! So I have one or two questions for you: does anyone know a good rhubarb recipe? Do you recommend a jam, a tart or another type of baked sweet for my first attempt?

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published.